Federal

Federal

Ficha técnica


Avaliação do leitor

PéssimoRuimRegularBomÓtimo 28 votos

Vote aqui


País


Sinopse

Daniel e Vital são dois policiais federais que fazem de tudo para prender um poderoso traficante, mas tem dificuldade de incriminá-lo.


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

28/10/2010

Com quatro anos de atraso, chega às telas Federal, o filme do cineasta brasiliense Erik de Castro (de Senta a pua!). Com o tema de combate ao tráfico de drogas na pauta do dia, o longa poderia ser comparado ao fenômeno Tropa de Elite, se não fosse uma produção iniciada muito antes.

Com elenco de peso, o filme traz às telas, nessa sexta-feira, atores como Selton Mello e Carlos Alberto Ricelli, na pele de policiais honestos que lutam contra o narcotráfico arraigado nas capital do país. Embora adeptos à violência truculenta, são os heróis de uma trama que evidencia a corrupção, o cinismo e a impotência frente ao crime organizado.
 
Eles interpretam os líderes de grupo de elite da polícia federal que tenta prender o poderoso Béque (Eduardo Dusek), um narcotraficante que colocou Brasília na rota do contrabando internacional. Vital (Ricelli) e Daniel (Mello) perseguem o criminoso sem, contudo, encontrar provas contundentes para incriminá-lo.
 
Mesmo quando conseguem prender um advogado em flagrante, Gallo (Adriano Siri), ligado ao traficante, a corrupção nas mais diferentes esferas do cotidiano, coloca os protagonista sempre um passo atrás dos criminosos. Evidencia-se, aqui, que jamais haverá finais felizes nesta história.
 
O elenco tem dois atores internacionais, o norte-americano Michael Madsen (de Cães de Aluguel), na pele do agente Sam Gibson, e a atriz colombiana Carolina Gómez.
 
Com um orçamento de R$ 5 milhões, Erik de Castro cria uma trama cuja mensagem é difícil entender. Os dramas pessoais dos protagonistas não são resolvidos, há buracos no roteiro que dificultam a compreensão sobre o que se vê na tela e personagens coadjuvantes são simplesmente limados da história sem causa aparente.

Em retrospecto, há uma desconfortável sensação de que faltam alguns pedaços da história que ficaram na mesa de edição. Embora o elenco cause uma imediata impressão de qualidade, o que se vê, no fim, são performances sofríveis a partir de um roteiro mal acabado.

Rodrigo Zavala


Comente
Comentários:
  • 28/10/2010 - 13h39 - Por Marta Serra Rodrigo, o roteiro foi selecionado para o V Laboratório de Roteiros de Sundance. Talvez você nao tenha entendido a história mas furo no roteiro é difícil. Ele foi avaliado por vários roteiristas premiados no Brasil e nos EUA, como Zachary Sklar, roteirista do filme JFK, de Oliver Stone. Assista de novo! O filme estreia agora, dia 29/10.
  • 28/10/2010 - 15h32 - Por Ana Cristina Será que não tem um editor chefe para supervisionar quando um funcionário escreve asneira.
    Um roteiro que passou para o Laboratório de Roteiros de Sundance você diz que é mal acabado.
    Faça um então Rodrigo... Tenho certeza absoluta que você não chega nem perto da seleção.
  • 28/10/2010 - 19h03 - Por Luiz Vita Ana Cristina,
    O fato de você não concordar com a opinião do crítico não significa que ele escreveu uma "asneira". É apenas uma opinião diferente da sua. O exercício da crítica pressupõe o respeito à diversidade. Que bom que as pessoas podem ver um filme e divergir a respeito, não é mesmo? Por que você não fundamenta as razões pelas quais gosta tanto do filme. Assim todos ganham com a troca de opinião.
    Um abraço,
    Luiz Vita (o editor que incentiva críticos e leitores a pensarem livremente e debaterem suas ideias, com respeito mútuo)
  • 29/10/2010 - 10h38 - Por Ana Cristina Sou roteirista e tenho dificuldade em lidar com a falta de respeito que os blogueiros e alguns sites falam de cinema sem seriedade e pesquisa.
    Leia a critica do Mario Abade no Globo e do Roberto Sadowisk no Uol, eles refletem a maneira com entendi o filme.

    Ana Cristina
  • 29/10/2010 - 11h30 - Por Otávio Nossa, esse povo pega pesado nos comentários. Credo!

    E digo mais: tentar legitimar o filme falando que ele passou para o "Laboratório de Roteiros de Sundance" é péssimo. Eu não vi o filme, mas tenho todo o direito de não gostar, criticar o que me der na telha, independentemente deste fato.

    É por isso que eu engoli tanta besteira na universidade. Tem um monte de imbecil na USP que acha que tem algum valor simplesmente porque estão lá dentro - agindo com arrogância e desrespeito. O mundo é mais rico que isso.

    Abs
  • 29/10/2010 - 14h15 - Por Helena Assisti ao filme Federal e adorei.Fotografia ótimas ,roteiro excelente e o tema muito desenvolvido.Erc Castro mostra que é um diretor capacitado e somente precisa ter oportunidade e patrocínio para realizar bons filmes .
    PARABÉNS A TODA EQUIPE DO FILME federal ESPECIALMENTE OS IRMÃOS cASTROS.
  • 29/10/2010 - 15h39 - Por Luiz Vita Ana Cristina,

    Respeito sua opinião e não vou usar nenhum argumento para depreciá-la. Gosto de discussões, mas precisam ser bem fundamentadas. No seu caminho como roteirista (ou como profissional de qualquer área)você vai encontrar elogios e críticas. Mas não encare como inimigo quem discorda de você. Valorize o debate e o enriqueça-o com suas ideias. O fato de você citar outros críticos que pensam como você significa apenas que a opinião de vocês coincidiu em relação a esse filme.Pode ser que em outros filmes, discorde totalmente. Aí você vai dizer que eles não são bons críticos?

  • 31/10/2010 - 14h33 - Por roberto Filme é pra critico, o publico que se lasque. Não é isso ?

    Não é não. Roteiro ? Confuso. Fotografia? Ruim. Atuações? Precisamos mesmo falar nisso ???

    Eu vi o filme. Nem eu nem a policia merecíamos isso.

    PRMZ
  • 01/11/2010 - 10h33 - Por Valentina Dabbo Fui somente para acompanhar meu marido,sem grande expectativa,já que não é meu gênero de filme favorito, porém fiquei muito surpresa, pois o filme prendeu minha atenção do começo ao fim e isto é raro em se tratando de um filme de ação.
  • 02/11/2010 - 23h08 - Por David Cândido Fui para o cinema com uma expectativa muito grande de quem assistira aos dois filmes Tropa de Elite e não posso deixar de demonstrar minha frustração. Achei o roteiro muito fraco e o filme é muito mal dirigido. As cenas de lutas e de tiros foram muito mal elaboradas, como a invasão da PF na casa do Béquer. A sensação que tive é de que se tratavam de atores iniciantes e não de já renomadas personalidades do cinema. Destaque negativo para a atuação de Carlos Ricceli que não conseguiu sequer expressar as feições de um policial, submetido a uma rotina de estresse diário
  • 03/11/2010 - 14h03 - Por Patrícia Rebelo Assisti ao filme para acompanhar um primo pq não gosto de filmes que tratam de violência urbana. Mas acabei me surpreendendo com um filme que tem ótimo enredo e elenco de primeira. Apesar das cenas de violência, nas quais virei o rosto, o filme vale a pena ser visto pra todos saberem o que passa a nossa polícia no dia-a-dia.
  • 03/11/2010 - 20h11 - Por Marcos Andrew Achei o filme bem legal. Muita acao e tiroteio. Pena que acabou logo...
  • 03/11/2010 - 23h58 - Por Lisa PIOR FILME QUE EU VI EM TODA A MINHA VIDA!! Não há outra forma de expressar...dinheiro jogado fora.
  • 11/11/2010 - 15h47 - Por Marcochias Esse filme é um lixo. O roteiro de tal abominação não merece nem mesmo virar papel higiênico. Passar bem.bvgk
  • 17/11/2010 - 00h51 - Por milena concordo com Lisa!O PIOR FILME QUE JÁ VI EM TODA MINHA VIDA!!
    Fiquei simplesmente impressionada com a pessima atuação do elenco sendo que todos possuem um "nome" dentro do cenario nacional!
    Fui assistir ao filme por saber que Selton Melo estava no elenco , pois o considero um excelente ator, mais saí do cinema frustrada...
    Tirando as atuações, o roteiro é péssimo, a fotografia é péssima, enfim, um filme de péssima qualidade!f
  • 01/08/2011 - 23h39 - Por henrique com certeza foi um dos piores filmes q ja vi... selton mello desceu no nivel nesse filme... todo policial deve rir pá carai desse filme... pouco estudo dos personagens... até vigilante patrimonial tem um preparo tatico melhor q os ´´FEDERAIS´´ desse filme.... forçaram a barra colocando um gringo só pra dizer que era jurisdição federal, estorando boca de buteco.. PUTA QUE PARIU...!!! PARABÉNS
  • 14/08/2017 - 20h56 - Por Hector Palomino Nem Selton Mello salva este filme.
Deixe seu comentário:

Imagem de segurança