Hoje eu quero voltar sozinho

Ficha técnica


Avaliação do leitor

PéssimoRuimRegularBomÓtimo 78 votos

Vote aqui


País


Sinopse

Leo é um adolescente cego. Sua melhor amiga é Giovana, que o ajuda em algumas coisas – embora ele seja bastante independente. A chegada de um novo garoto na escola, Gabriel, muda a amizade entre os dois.


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

08/04/2014

Leo (Guilherme Lobo) é um adolescente – e, como tal, está descobrindo o mundo e a si mesmo. O fato de ser cego poderia ser uma complicação, mas com isso ele já está acostumado, lidando bastante bem com suas limitações. Sua melhor amiga é Giovana (Tess Amorim), com quem convive há anos e o ajuda em qualquer dificuldade. Mas a chegada de um novo garoto na escola, Gabriel (Fabio Audi), muda tudo na vida dos dois – especialmente os sentimentos.
 
Hoje eu quero voltar sozinho faz uma crônica da dinâmica entre esses três jovens em busca de seu lugar no mundo e a compreensão de seus sentimentos. Escrito e dirigido por Daniel Ribeiro, o longa parte de seu curta Eu não quero voltar sozinho (que está disponível na internet), premiado em diversos festivais, entre eles Paulínia, Mix Brasil e Aruanda. Já o longa estreou no Festival de Berlim, em fevereiro passado, de onde saiu com o Fipresci (Prêmio da Crítica Internacional) e o Teddy Bear (que premia filmes com temática ou personagens GLBT).
 
O roteiro traça uma observação profunda e delicada do processo de amadurecimento desses jovens, acompanhando-os em suas dores e alegrias de ser o que são. As vidas de Leo e Giovana mudam com a chegada de Gabriel, abalando suas certezas e expectativas. No fundo, esse é um filme de encontro, em que cada um dos jovens se encontram consigo mesmos para só então poderem cogitar se entregar a outras pessoas.
 
Ribeiro tem um olhar perspicaz – especialmente dentro do ambiente escolar, onde constrói personagens extremamente críveis, gente de carne e osso e não meras marionetes com função narrativa dentro do filme. Na casa de Leo, há a mãe (Laura Romano), que alguns rapidamente chamariam de super-protetora, o pai (Eucir de Souza), que tenta respeitar a individualidade do filho, e também a avó (Selma Egrei), a confidente de Leo. Esses personagens só contribuem à gama de verdade que está impressa no filme.
 
Há um amadurecimento do curta para o longa – não apenas na expansão da narrativa e dos temas, como personagens e até mesmo a direção. Ribeiro tem segurança na condução das cenas e caminha confortável no limite entre o emotivo e o piegas, sem nunca pender para o segundo. Mas quem mais amadurece é o trio de atores centrais – não apenas estão maiores fisicamente, como mais conhecedores de seus personagens.
 
Hoje eu quero voltar sozinho é um caso raro no cinema brasileiro – seja por sua temática ou sua abordagem intimista. A descoberta da sexualidade e de si mesmo na adolescência é algo tão complexo como fácil de cair nos clichês. Entretanto, o diretor evita as armadilhas, deixando que os personagens mostrem suas histórias, ao invés de que elas sejam contadas. Assim, faz um filme complexo em sua essência e simples em sua forma – uma equação que poucos diretores conseguem resolver tão eficientemente.

Alysson Oliveira


Trailer


Comente
Comentários:
  • 11/04/2014 - 22h32 - Por gleise santa clara Lindo, sensível, singelo. Merecidas palmas no final da sessão. Preciso ir atrás das belíssima trilha sonora.
  • 26/04/2014 - 11h40 - Por Jhonatan Um filme lindo, feito com muito carinho e repeito. Adorei ter assistisdo, e o final e o melhor. Parabens ais atores e a toda equipe de filmagem e produção naota 10 pra vocês
  • 26/04/2014 - 12h01 - Por kaue Simples,inocente, profundo e conquistador.
  • 26/04/2014 - 13h09 - Por Giulia Eu juro que podia ver de novo, e de novo, e de novo, e de novo...
  • 26/04/2014 - 13h30 - Por moisés silva O que dizer?????
    Demonstra através das cenas a singeleza e forma de amar, que não deve ser estancadas de nenhuma forma!
    Bela demonstração!!!!!
  • 26/04/2014 - 16h24 - Por Alx Santos Impecável. A franqueza do roteiro lava a alma de todos, de forma realística (ao jovens) ou saudosista (dos tempos adolescentes daqueles não tão jovens.
  • 26/04/2014 - 19h08 - Por Eli Santana Parabéns ao autor do filme Daniel Ribeiro, todos os atores, destacando Guilherme e Audi, temática na medida, sem malícia. Amei o filme, simples, singelo é um belo filme. Parabéns para todos que fizeram o filme para que fosse muito bem documentado.
    Fã de todos - Recife - Brasil.
  • 26/04/2014 - 21h23 - Por Wanderson Amorim. Parabenizo desde já aos Atores, ao Diretor e aos técnicos dessa obra impagável. Foi muito bom ter ido ao cinema pra ter visto esse diamante que, no curta ainda tava "bruto", mas que foi lapidado com todo carinho, dedicação, destreza e virou esse longa que, pra mim, será inesquecível! Mais uma vez, PARABÉNS! Espero ver outras joias como essa no nosso cinema!
  • 27/04/2014 - 00h34 - Por jim Me impacta vastante me siento identificado con leo es muy buena solo el corto me hace llorar no mee imagino q me causara la pelicula
  • 27/04/2014 - 01h12 - Por Well Pimentel Perfeito !
    Inocente, encantador, pensativo, tocante.
    Dentre muitos, esse filme arrebentou, sessões lotadíssimas,
    não por eu ser gay, mas foi lindo !
    as atitudes, o querer de mudar, lutar contra o preconceito e arriscar na vida !

    Maravilhoso ! *-*
  • 27/04/2014 - 12h53 - Por Isaías O filme é espetacular! Sem dúvida representa um passo a frente para a industria cinematográfica no Brasil, esse filme superou todas as minhas expectativas e, é bem diferente do que estamos acostumados a ver nos filmes nacionais! Assistiria 1000 vezes!
  • 27/04/2014 - 15h46 - Por cleiton costa brasil um filme sem igual, lindo emocionante, uma obra de arte de amor, de sonhos de muitos que merecem como eu, serem aceitos.
  • 28/04/2014 - 09h32 - Por eduardo fraga o filme é incrivel. Assisti no Rio de Janeiro e em dado momento a platéia aplaudia compulsivamente. é impossivel nao se apaixonar por eles.
  • 18/10/2014 - 21h29 - Por Edson Puro. Inocente. Belo. Impactante. Simples.
Deixe seu comentário:

Imagem de segurança