Rollerball

Ficha técnica

  • Nome: Rollerball
  • Nome Original: Rollerball
  • Cor filmagem: Colorida
  • Origem: EUA
  • Ano de produção: 2002
  • Gênero: Ação
  • Duração: 98 min
  • Classificação: 14 anos
  • Direção:
  • Elenco:

Avaliação do leitor

PéssimoRuimRegularBomÓtimo 0 votos

Vote aqui


País


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

07/03/2003

Pegue um daqueles filmes antigos, adicione uma colher de atores em acensão em Hollywood, some a muito barulho e tempere com violência a gosto. Essa é a receita de Rollerball, cujo legado é apenas o nome que extrai do filme de Norman Jewison de 1975. A seqüência inicial já deixa pistas do porvir: Chris Klein (American Pie 2) passeia pelas ladeiras de São Francisco a bordo de um street luge, trenó de rua que pode chegar a 100 km/h, e, entre outras coisas, passa por baixo de um caminhão. A montagem é frenética e o posicionamento de câmera tenta colocar o espectador na pele do protagonista.

Jonathan Cross (Klein) é um amante dos esportes radicais que acaba convencido pelo amigo e ex-companheiro de hóquei Marcus Ridley (o rapper LL Cool J) a entrar para equipe de Rollerball, esporte extremamente violento onde competidores sobre patins e motocicletas têm de arremessar a bola de ferro contra um gol. Cross acaba se tornando o maior astro do Rollerball e sua fama rende muito a Alexi Petrovich, integrante da máfia russa que idealizou e que controla tudo que diz respeito ao esporte, principalmente os vultuosos acordos com a televisão. Como o Rollerball não tem regras, é a audiência que decide o andamento da partida e Alexi começa a introduzir boicotes para aumentar o sangue que freqüentemente escorre pela pista, para delírio dos fãs. Aos poucos, Cross vai se dando conta do perigo a que estão expostos ele e seus colegas de time, mas seu chefe não parece muito interessado em alterar suas técnicas.

Quando as câmeras não perseguem a bola ou os jogadores, persegue carros modernos ou qualquer outro tipo de objeto que se movimente, o que dá ao filme uma agilidade impressionante. Uma seqüência de ação é seguida de outra e, nesse intervalo, algum diálogo a léguas de distância do cinismo inteligente do original de Jewison, que já teve também Thomas Crown - Arte do Crime refilmado por McTiernan. Motocicletas, patins, explosões, pessoas voando pelos ares, tudo isso é pontuado por um rock barulhento e ininterrupto que inclui Rob Zowie e P.O.D., mas que não agradou muito aos americanos, já que o filme arrecadou apenas 9 milhões de dólares dos 70 gastos.

Cineweb-27/9/2002

Luara Oliveira


Deixe seu comentário:

Imagem de segurança