Norm e os Invencíveis

Norm e os Invencíveis

Ficha técnica

  • Nome: Norm e os Invencíveis
  • Nome Original: Norm of the North
  • Cor filmagem: Colorida
  • Origem: Índia
  • Ano de produção: 2016
  • Gênero: Infantil, Comédia, Animação
  • Duração: 90 min
  • Classificação: Livre
  • Direção: Trevor Wall
  • Elenco:

Avaliação do leitor

PéssimoRuimRegularBomÓtimo 0 votos

Vote aqui


País


Sinopse

Norm é um urso polar diferente. Ele é incapaz de caçar como os de sua espécie. Em compensação, é um ótimo dançarino e capaz de comunicar-se com seres humanos. Em sua vida, está uma viagem a Nova York, onde ele lutará para impedir que o Ártico seja destruído pela construção de condomínios.


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

28/03/2016

Idealizado, a princípio, como um projeto que sairia direto em DVD, o pequeno estúdio de animação especializado em produções para a TV Splash Entertainment gostou do resultado final de Norm e os Invencíveis resolveu lançá-lo em salas. Antes tivesse permanecido com seus planos iniciais, pois a primeira incursão no cinema da empresa foi desastrosa: além de ser execrado pela crítica norte-americana, a bilheteria local pode até ter coberto o orçamento, mas foi baixa, em se tratando de uma estreia realizada em um feriado, data que sempre atrai plateia para filmes do gênero.
 
Talvez mídia e público tenham se tornado mais exigentes devido ao patamar elevado que a animação já alcançou nas últimas décadas. Porém, se comparado até com o que a televisão oferece em termos de programas animados, o nível deste longa é decepcionante, seja em aspectos técnicos ou enquanto narrativa. Até as boas intenções de sua moral ambientalista de preservação se perde em uma mensagem propagandista mastigada e ofuscada por piadas destoantes.
 
A trama simplória destaca Norm, um urso polar incapaz de caçar como os de sua espécie, mas um ótimo dançarino que tem o dom de falar “humanês”. Esse talento o ajudará a ir até Nova York, junto de seus amigos flexíveis lêmingues, que só soltam grunhidos e puns – qualquer semelhança com os Minions não é mera coincidência. Com o auxílio deles e da menina-prodígio Olivia, filha da publicitária Vera, ele tenta impedir o empresário Dr. Verdelho de construir condomínios no Ártico e destruir seu habitat natural, enquanto se transforma em astro e garoto-propaganda da construtora dele.
 
No original, Rob Schneider dá voz a Norm, com Heather Graham, Ken Jeong e Bill Nighy completando o elenco, enquanto a versão brasileira conta com Tom Cavalcante dublando o protagonista, sem qualquer destaque. O diretor Trevor Wall, responsável pela versão animada do famoso seriado Sabrina, a Aprendiz de Feiticeira (1996-2003), deixa passar falhas técnicas em seu primeiro longa. A movimentação dos animais fica truncada em certos momentos, assim como o brilho e a textura das peles dos animais, especialmente quando molhados à noite, muito artificial. Sem falar nas feições do urso polar que se assemelham a um cachorro.
 
Somado a isso, ele tem à disposição um roteiro rescrito algumas vezes por um time de estreantes – pelo menos, no cinema – que não consegue superar nem suas limitações narrativas por meio do humor em seus desnecessariamente longos 90 minutos. As piadas escatológicas não ajudam, embora possam até despertar algum riso nas crianças por estarem associadas às músicas pop rock bem dançantes de Walk The Moon e Sheppard. Ainda assim, é um produto que funcionaria melhor como um passatempo para os pequenos assistirem em casa do que como uma experiência cinematográfica para a família.

Nayara Reynaud


Deixe seu comentário:

Imagem de segurança