Goosebumps 2 - Halloween assombrado

Ficha técnica


Avaliação do leitor

PéssimoRuimRegularBomÓtimo 0 votos

Vote aqui


Locais de filmagem


Sinopse

Dois garotos e uma garota encontram, na antiga casa de um escritor, um manuscrito abandonado. Quando abrem o livro, libertam o boneco Slappy, uma criatura disposta a criar um Halloween apocalíptico com a ajuda de outros monstros. Agora o trio, com ajuda do escritor, deverá impedir o fim do mundo.


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

27/09/2018

Goosebumps 2: Halloween Assombrado parece existir num universo à parte, em que seus personagens são tanto personagens de uma história da série de livros Goosebumps quanto leitores dessa série – pelo menos é esse o mote para a existência deste filme infantil sem muita graça, que serve mais como mero exibicionismo técnico do que diversão.
 
Sam (Caleel Harris) e Sonny (Jeremy Ray Taylor) são dois amigos adolescentes que tentam ganhar algum dinheiro removendo entulho. Na primeira casa em que vão trabalhar, encontram um livro misterioso e um boneco de ventríloquo chamado Slappy. Inexplicavelmente, a criatura ganha vida e, num primeiro momento, parece ser amigável e divertida, ajudando os garotos com os deveres de casa e punindo os meninos que os azucrinam na escola.
 
Mas Slappy quer uma família e fica bem bravo quando começa a ser ignorado pelos novos amigos e pela irmã mais velha de Sonny, Sarah (Madison Iseman). Slappy é, na verdade, um espécie de versão soft de Chucky, o boneco de O brinquedo assassino. Não fosse Goosebumps 2 um filme infantil, certamente, ele faria algum sangue humano jorrar por aí. Como isso está proibido, a vingança da criatura é trazer à vida os monstros do Halloween, para aterrorizar a cidade.
 
Aí as coisas ficam meio estranhas no filme dirigido por Ari Sandel. A trama existe tanto dentro de um livro da série quanto independente dele. Na verdade, o filme, roteirizado por Rob Lieber, não é baseado em nenhum dos romances de R. L. Stine – aqui também um personagem, interpretado por Jack Black –, mas em vários elementos e situações, além de coisas novas. Entre elas, um outro livro que o personagem Stine deixou inacabado, pois não sabia como terminar. Nele, Slappy traz à vida criaturas do Halloween. Caberá a Sonny, Sam e Sarah tentar dar um fim na situação.
 
Chamar um filme infantil de pastiche pós-moderno é um pouco demais, mas talvez não haja outro termo para definir essa aventura sem muita graça ou humor, cujo resultado é uma correria apressada sem muito sentido. Apesar disso tudo, há um único bom momento – envolvendo um balão vermelho flutuando sobre um bueiro. Mas é preciso saber a que isso tudo se refere para achar graça. 

Alysson Oliveira


Trailer


Deixe seu comentário:

Imagem de segurança