Notícias

Indie 2018 destacará filmes de longa duração que dialogam com o presente

Publicado em 16/08/18 às 17h02

Entre 12 e 19 de setembro acontecerá no CineSESC (SP), a edição de 2018 do Indie Festival que, nesse ano, tem como tema Novos formatos para novos tempos, evidenciando um cinema cuja forma busca a sintonia com as transformações do presente.
 
Dos destaques do festival nesse ano, o que chama a atenção é a longa duração. O argentino La Flor, de Mariano Llinás, tem 808 minutos, e será exibido em três partes; já o filipino Lav Diaz, conhecido pelos seus longas de longuíssima duração, apresentará Estação do diabo, de 234 minutos, que foi exibido no Festival de Berlim deste ano.
 
Ao todo, o festival exibirá 14 longas, de 13 países que, nas palavras da curadoria, foram “selecionados criteriosamente de forma a refletir o que cinema mundial produz nas suas formas artísticas, conceituais, experimentais mais livres, interessantes e radicais. O espaço aberto de um festival de cinema que precisa conectar o espectador a essas produções.”
 
Entre as peculiaridades do Indie está , do austríaco Johann Lurf, que prefere que seu filme não referido pela palavra “Estrela”, mas pelo símbolo. O longa traz uma compilação de céus estrelados de 550 produções cinematográficas. Outro destaque é Um elefante sentado quieto, do chinês Hu Bo, que cometeu suicídio aos 29 anos, em 2017, pouco depois de concluir o longa, que acompanha a vida de moradores de uma pequena vila em seu país. O filme tem quase quatro horas.
 
Para mais informações sobre o festival, acesse o site oficial indiefestival.com.br . O CineSESC fica na Rua Augusta, 2075. O preço dos ingressos variam entre R$12 e R$3,50.

Outras notícias