Notícias

Diretor tailandês Apichatpong Weerasethakul recebe prêmio FIAF

Publicado em 20/11/18 às 14h47

 A Federação Internacional de Arquivos Cinematográficos (FIAF), a mais importante rede de cinematecas e arquivos cinematográficos do mundo, entregou seu prêmio anual ao cineasta tailandês Apichatpong Weerasethakul. A cerimônia realizou-se no Arquivo Tailandês de Cinema, em Phutthamonthon, Nakhon Pathom, na Tailândia, em18 de novembro.  
 
Em seu discurso de aceitação, o diretor (Palma de Ouro em Cannes 2010 por Tio Boonmee que pode recordar suas vidas passadas) destacou a importância do arquivo tailandês em seu desenvolvimento artístico e comentou: “Precisamos conectar-nos a imagens, a memórias, reais ou imaginárias, para recriá-las na tela...Estou feliz, grato e honrado por receber este prêmio, que é um ponto brilhante em minha longa jornada. Nada mau para um menino de Khon Kaen que era fissurado por ficção científica e histórias de fantasmas estar aqui neste momento”.
 
Desde 2001, quando o primeiro prêmio da FIAF foi concedido a Martin Scorsese por sua militância na causa da preservação dos filmes, a FIAF vem concedendo este troféu anual a personalidades do mundo do cinema fora da comunidade de arquivo cuja experiência e compromissos pessoais reforcem a atuação da entidade. Outros receptores do prêmio foram Ingmar Bergman (2003), Mike Leigh (2005), Hou Hsiao-hsien (2006), Peter Bogdanovich (2007), Agnès Varda (2013),  Jean-Pierre e Luc Dardenne (2016). No ano passado, o vencedor foi Christopher Nolan.
 
No caso de Apichatpong, ele tem sido um engajado defensor da causa da preservação dos filmes em seu país, apoiando o trabalho do Arquivo local desde os anos 1990. Em 2001, ele apoiou uma campanha bem-sucedida para que o Arquivo de seu país fosse reestruturado como uma instituição pública, levando à criação da entidade em sua forma atual.

Outras notícias