Notícias

"Roma" e "Arábia" são os melhores filmes de 2018 para a Abraccine

Publicado em 18/01/19 às 15h13

imagem
Os longas-metragens Arábia (foto) e Roma, além do curta Guaxuma, foram os escolhidos como os melhores do ano de 2018 pelos associados da Associação Brasileira de Críticos de Cinema.  A oitava edição anual do Prêmio Abraccine contemplou, mais uma vez, as categorias da produção nacional, no formato longo e curto, e de longas estrangeiros. 
 
Pela primeira vez, foram considerados os filmes em streaming e os lançados na TV por assinatura. A força das novas plataformas foi confirmada com a vitória de Roma, que vem sendo premiado em vários festivais. Também Arábia e Guaxuma são filmes recorrentes nas premiações em vitrines competitivas.
 
Os vencedores do Prêmio Abraccine 2018 são:
 
MELHOR FILME BRASILEIRO:
“Arábia”, de Affonso Uchoa e João Dumans
 
MELHOR FILME ESTRANGEIRO:
“Roma”, de Alfonso Cuarón
 
MELHOR CURTA METRAGEM BRASILEIRO:
“Guaxuma”, de Nara Normande
 
 
Segundo Paulo Henrique Silva, presidente da Associação Brasileira de Críticos de Cinema, “o grande desafio deste Prêmio Abraccine aconteceu um pouco antes da votação, quando tivemos que definir a inclusão do streaming. Questão permanentemente adiada, ela se tornou incontornável com o lançamento de filmes de excelente qualidade nas plataformas digitais, como comprova a vitória de Roma entre os longas estrangeiros. Este é um momento que assinala a aceitação inconteste desta mídia mais recente como uma janela tão importante quanto a do cinema, tornando-se, devido à nova configuração do mercado, um valoroso reduto para os filmes de arte."
 
Fundada em julho de 2011, a Abraccine conta hoje com uma centena de associados em 16 estados brasileiros, com a missão de promover formas de pensamento crítico, reflexão e debates, e trabalha pela inserção da crítica nos mecanismos de discussão das políticas do cinema brasileiro.

Outras notícias