20/02/2024
Infantil Comédia Aventura

Os aventureiros - A origem

Luccas, sua irmã Gi, e os amigos Jessi, Vitória e Pedro acabam, acidentalmente, transportados para outra dimensão. Para sair de lá, precisam encontrar as Pedras do Poder mas, ao mesmo tempo, se transformarão em Os Aventureiros.

post-ex_7
Sucesso na internet, na televisão e no streaming, Luccas Neto leva seu personagem Luccas para o cinema, em Os Aventureiros – A Origem, dirigido por André Pellenz (Minha mãe é uma peça, Detetives do Prédio Azul). É um filme que conta como os aventureiros ganharam seus poderes.
 
Luccas é um adolescente que, junto com sua irmã Gi (Giovanna Alparone), a amiga Jessi (Beatriz Couto) e os gêmeos Pedro (João Pessanha) e Vitória (Karol Alves) acabam indo parar numa dimensão paralela quando mexem nos equipamentos de uma área proibida de um planetário, onde trabalhava o professor Honório Flaksman (Orlando Caldeira), que desapareceu.
 
O quarteto vai para a Cidade da Alegria, um lugar utópico onde todos são felizes. Porém, as chamadas Pedras do Poder estão em risco e isso pode acabar com toda a perfeição do local. Quando encontram o professor Honório, descobrem que ele está construindo uma máquina que permita que voltem para o seu mundo, mas para isso precisarão da energia das Pedras.
 
A história, escrita por Carolina Minardi e Guilherme Ruiz, segue mais ou menos a estrutura de um videogame, no qual Luccas e seus amigos, na outra dimensão, precisam enfrentar diversos obstáculos até chegar às Pedras do Poder, e onde, além de tudo, se tornarão os Aventureiros Azul, Vermelha, Rosa e Amarelos, com superpoderes.
 
Luccas, obviamente, é a estrela do show, interpretando seu xará, um adolescente sem noção, confuso e estabanado com um senso de humor peculiar, além de apaixonado por Jessi. Esse romance, aliás, rende um merchandising um tanto constrangedor. Todo mundo está levando tudo muito a sério, e a única pessoa que parece realmente estar se divertindo é Juliana Didone, no papel da vilã Megan, dona de uma arma de raios congelantes.
 
É, obviamente, um filme para um público bem específico que já é fã dos personagens – e não é pouca gente. As pessoas fora dessa faixa não se arrependerão de ficar longe. É também uma produção com cara e jeito de streaming que encontrou seu caminho para o cinema, onde espera-se que renda uma bilheteria bem gorda. Fora tudo isso, é bem estranho ver Luccas Neto, um adulto de mais de 30 anos, atuando como adolescente ao lado de adolescentes de verdade.
post