34ª. Mostra Internacional de São Paulo

Diretor confronta pai hippie em filme autobiográfico

Rodrigo Zavala

Se questionar a ausência paterna durante a infância e juventude já é um trabalho árduo, o que dizer quando o pai em questão vive há 40 anos “chapado” de alucinógenos e maconha? Essa é a proposta de Kaleo La Belle em seu filme Além deste Lugar.
 
Nele, o diretor confronta seu pai, Cloud Rock, em uma viagem de bicicleta pelo interior dos Estados Unidos. Nascido em uma comunidade hippie de Maui, Havaí, em 1973, Kaleo o encontrou apenas duas vezes na vida (aos 6 e aos 17). Agora, aos 34, é hora de acertar as contas.

Apesar do filme explorar a relação problemática entre pai e filho, tal como a herança da cultura hippie do final dos anos de 1960, é na figura de Cloud Rock que a produção surpreende. Não há momento do filme em que o eterno hippie não apareça ou fumando maconha ou comendo uma barra de chocolate com cogumelos alucinógenos.

Durante o percurso de bicicleta, o único apego de Cloud além das drogas, Kaleo interroga friamente seu pai sobre as escolhas que fez durante a vida. As respostas são entrecortadas por depoimentos de pessoas ligadas ao pai, que corroboram a visão do cineasta sobre o período em que viviam em comunidade.

No entanto, o que se vê durante a projeção das trêmulas cenas captadas por Kaleo, não é de a uma pessoa desequilibrada por seus excessos. Coerente e seguro de suas convicções, Cloud Rock dribla as investidas de seu filho. 

Sessões
Sexta (29) – 18h
Centro Cultural Banco do Brasil

Sábado (30) - 18h10
MIS - Museu da Imagem e do Som

Deixe seu comentário:

Imagem de segurança