O Olho do Mal

Ficha técnica

  • Nome: O Olho do Mal
  • Nome Original: The Eye
  • Cor filmagem: Colorida
  • Origem: EUA
  • Ano de produção: 2008
  • Gênero: Terror, Suspense
  • Duração: 97 min
  • Classificação: Livre
  • Direção:
  • Elenco: Jessica Alba

País


Sinopse

Sydney (Jessica Alba) é uma violinista cega desde a infância. Graças à insistência de sua irmã, ela faz um transplante de córnea. Enquanto tenta se acostumar com a novidade, começa a ter visões estranhas, que acredita serem do além.


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

13/03/2008

Como o garotinho de O Sexto Sentido, Jessica Alba (Sin City e da série de tv Dark Angel) vê gente morta no horror sobrenatural O Olho do Mal. O longa entra para a vasta galeria de refilmagens de terrores orientais, que já conta com O Chamado, Água Negra, O Grito e outros.

Este é uma refilmagem de The Eye – A Herança, dos irmãos tailandeses Oxide Pang Chung e Danny Pang, lançado no Brasil diretamente em DVD. O filme original é de 2002.

Jessica é a violinista Sydney Wells, cega desde o cinco anos de idade, que consegue levar uma vida normal graças aos seus outros sentidos. Porém, sua irmã Helen (Parker Posey, de Pânico 3) faz de tudo para que a garota receba um transplante de córneas.

Quando isso acontece, é praticamente uma vida nova e Syd demora a se adaptar. Há muito tempo ela não via o mundo, por isso, seu cérebro tem dificuldades em decodificar o que ela enxerga. Mas mesmo as pessoas que nunca tiveram problemas de visão não conseguirão facilmente entender que ela vê espíritos.

Atormentada pelas visões, a protagonista conta apenas com a ajuda do Dr. Paul (Alessandro Nivola, de Gol!), embora ele também não acredite que ela esteja vendo fantasmas. Aparentemente, a única saída para Sydney livrar-se do mal é descobrir quem foi sua doadora. O Olho do Mal segue de perto o original, mas com o diferencial que infesta os terrores norte-americanos. Os diretores David Moreau e Xavier Palud preferem sustos e ruídos a criar um clima verdadeiramente sombrio – como no original – numa história claustrofóbica.

O roteiro, assinado por Sebastian Gutierrez (Na Companhia do Medo), começa a explicar coisas demais na última parte. Mesmo assim, não explica como a córnea de uma mexicana foi parar nos olhos de uma norte-americana.

Alysson Oliveira


Deixe seu comentário:

Imagem de segurança