Muitos Homens Num Só

Ficha técnica


País


Sinopse

No final do século 10, começo do 20, atuava nos hoteis do Rio um ladrão sofisticado, conhecido apenas como "Dr. Antonio". Ele passa a correr riscos quando se apaixona por Eva, uma mulher casada, e ser perseguido por Félix Pacheco, policial que começa a usar métodos mais científicos, como a pesquisa de impressões digitais.


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

22/06/2015

Muitos Homens Num Só surpreendeu em 2014, quando levou dez prêmios no Cine PE, incluindo melhor filme, roteiro, ator, atriz, direção de arte e trilha sonora. Consagrado pelo júri e público por lá, este romance policial chega agora aos cinemas com expectativas em alta.
 
Com uma competente produção de época, o filme é baseado no personagem real “Dr. Antônio”, registrado pelo cronista carioca João do Rio, autor de Memórias de Um Rato de Hotel. Trata-se de um habilidoso ladrão do final do século XIX, no Rio de Janeiro, que roubava quartos de hotéis de luxo e foi perseguido pela polícia por anos a fio.
 
Vivido pelo ator Vladimir Brichta, o protagonista chega a um duplo problema no roteiro escrito pela diretora Mini Kerti (do documentário Contratempo) e Leandro Assis. Além de se apaixonar pela casada Eva (Alice Braga), é perseguido pelo policial Félix Pacheco (Caio Blat), que passa a usar impressões digitais para identificar o ladrão.
 
“Dr. Antonio”, uma das facetas do personagem que ficou famosa na época, precisará decidir se prefere o amor ou o crime, ao mesmo tempo em que engana a polícia e tenta se livrar de seu colaborador problemático (participação especial do uruguaio César Troncoso). É nesse ponto que a produção se distancia ainda mais da realidade, tornando-se simples inspiração. 

A composição dupla da história é reflexo do trabalho conjunto entre Kerti e Assis, que faziam roteiros paralelos, com visão uma mais romântica, outra mais criminal (respectivamente). Com quase uma década decorrida entre projeto e execução do filme, a diretora só conheceu Assis em 2008, quando decidiram reunir o que haviam escrito até então, mesclando ideias distintas.

Com trilha sonora assinada pelo eterno Legião Urbana Dado Villa-Lobos, a produção é, no fim, uma grande história de amor, apoiada pela atuação de Braga e Brichta. Aliás, o ator intencionalmente não fez questão de adaptar seu personagem à época (apesar do cuidado com a ambientação), para entregar uma versão mais atual de Dr. Antônio. Apesar de o público pernambucano não ter se importado com isto, integrar-se ao contexto deveria ser imprescindível. 

Rodrigo Zavala


Trailer


Deixe seu comentário:

Imagem de segurança