Amor, Casamento & Outros Desastres

Ficha técnica


País


Sinopse

Comédia romântica que acompanha os encontros e desencontros de diversas pessoas em busca do amor perfeito, como um organizador de casamentos que tenta um encontro às cegas, ou um guia turístico que se apaixona por uma jovem com a tatuagem do sapato de cristal de Cinderela, mas não sabe o nome dela.


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

13/05/2021

O título de Amor, Casamento e Outros Desastres deixa bem claro o tema do longa, sendo que a última parte é possívelmente uma referência a si mesmo. Escrita e dirigida por Dennis Dugan (O Paizão, Gente Grande), essa comédia romântica tem a capacidade de desperdiçar Diane Keaton e Jeremy Irons, e circundá-los com um bando de coadjuvantes sem graça, sendo que todos personagens têm uma história carregada de clichês e destituída de charme.
 
Irons interpreta Lawrence Philips, organizador de casamento ranzinza, metódico, estrela e caro. Amigos seus arrumam um encontro às cegas com Sara (Keaton), que é cega – esse fato rende o único trocadilho original do filme, que se revela intraduzível, ou seja, nem nisso a versão nacional salva. Bem-humorada, ela tenta trazer algo de positivo para a vida dele em forma de amor.
 
Paralelamente, Jessie (Maggie Grace) organiza um casamento – em parceria com Philips, a contragosto dele – de um jovem candidato a prefeito. A cerimônia é a única coisa que poderá salvar a carreira da jovem, já que ela viralizou na internet destruindo um casamento de uma desconhecida acidentalmente.
 
Numa outra trama, que eventualmente se cruzará com as demais, há o Capitão Ritchie (Andrew Bachelor), um guia turístico com um barco com rodas que anda pela cidade e na água. Um dia, ele se apaixona por uma jovem que tem o sapato de cristal da Cinderela tatuado no pescoço. Sem saber seu nome, lança uma campanha na televisão em busca da moça.
 
As histórias dessas e de outras personagens são todas destituídas de charme, sagacidade ou originalidade – todos os romances, mais ou menos, se baseiam na ideia de opostos se atraindo. Comédia romântica é um dos gêneros mais maltratados da atualidade, parece que diretores e roteiristas se conformam com qualquer bobagem que resulte num casal que fica junto no final. Amor, Casamento e Outros Desastres é uma das provas disso – e talvez fosse mais perspicaz não colocar a palavra “desastres” no título do filme, é uma piada pronta. A única que funciona aqui.

Alysson Oliveira


Trailer


Deixe seu comentário:

Imagem de segurança