Amigas de Sorte

Ficha técnica


País


Sinopse

Nelita, Nina e Rita são grandes amigas e moram no tradicional bairro paulistano do Bixiga. Quando ganham na loteria, fazem uma viagem ao Uruguai, sem contar a ninguém. Enquanto aproveitam a vida, acabam se envolvendo em confusões.


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

13/05/2021

Com um argumento de Fernanda Young e Alexandre Machado, a comédia Amigas de Sorte tem um ponto de partida promissor: três grandes amigas, na faixa dos 60 anos, de classe média, ganham na loteria e, sem contar a ninguém, vão passear no Uruguai. No país, fazem tudo o que sempre quiseram: vão a cassinos, boates, fumam maconha sem problema, procuram homens mais jovens, enfim, se divertem.
 
O trio é interpretado por Nelita (Suzana Vieira), dona de um antiquário e casada com um homem bem mais jovem (Julio Rocha); Nina (Arlete Salles), que tem uma cantina e um marido (Otávio Augusto) com quem vive brigando; e Rita (Rosi Campos), professora aposentada que vive muito bem com sua solteirice. Todas moram no tradicional bairro do Bixiga, em São Paulo.
 
A morte de uma amiga em comum as faz pensar na vida, nas escolhas que fizeram até então e na possibilidade aproveitar os próximos anos. A inesperada fortuna dá a elas a chance de aproveitar e se divertirem. Elas não contam para ninguém – nem para os maridos – que ganharam na loto, e dizem que vão pescar no Pantanal, como desculpa para a viagem.
 
Dirigida por Homero Olivetto, a partir de um roteiro de Lusa Silvestre, a comédia parte de elementos simples para extrair humor. As situações no Uruguai - o filme foi rodado em Punta del Este e Montevidéu – são inusitadas, e poderiam ser mais bem aproveitadas. A ida ao cassino, por exemplo, poderia durar mais, ser mais explorada. A melhor cena do filme, envolvendo uma foca, também tem mais potencial que ficou de fora.
 
Amigas de Sorte usa um tipo de humor que se baseia na inserção de palavrões em todos os diálogos. Susana e Arlete, em especial, não devem passar um minuto se proferir baixarias – em algumas situações, é engraçado, mas, na maioria, não. Assim como a ninfomania de Nelita, que é sempre exagerada. Há uma subtrama policial que, à medida que o filme avança, faz cada vez menos sentido, introduzindo no elenco Luana Piovani e Kleber Toledo.
 
O sotaque paulistano forçado das personagens de Susana e Arlete é só um indício de que o filme poderia ser mais afinado. Há um potencial cômico subaproveitado, que se deixa levar por facilitadores muito simples. Contando com atrizes talentosas, Amigas de Sorte poderia ser um filme mais divertido, sem a necessidade de apelar.

Alysson Oliveira


Trailer


Deixe seu comentário:

Imagem de segurança