Licorice Pizza

Ficha técnica


País


Sinopse

1973, Vale de São Fernando, Califórnia. Gary Valentine tem 15 anos e se apaixona por Alana Kane, uma mulher 10 anos mais velha. Enquanto tenta conquistá-la, os dois inventam os empreendimentos mais variados, como uma loja de colchões de água.


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

08/11/2021

Ah, as dores e alegrias do primeiro amor! As descobertas e frustrações, quando o mundo parece que gira em torno da pessoa amada e nada mais faz sentido. Ah, os prazeres e dificuldades de captar isso no cinema e na literatura! E, ainda, trazer frescor a essa narrativa que é tão antiga quanto o cinema a literatura. Não é surpresa que Paul Thomas Anderson, em seu nono longa, seja capaz de o fazer com delicadeza, graça e humor. Licorice Pizza é sobre descobrir a si mesmo/a a partir dos olhos de outra pessoa. O filme abre com Nina Simone cantando July Tree, uma canção cujos versos dizem: "O amor verdadeiro floresce para o mundo ver".
 
Se o longa, que concorre em três categorias no Oscar (filme, direção e roteiro), começa assim, o que vem pela frente é um amor florescendo, a descoberta do mundo. PTA volta ao Vale de São Fernando, na Califórnia, onde ele mesmo passou sua adolescência e foi o território de sua primeira obra-prima Boogie Nights (1997), que abordava a indústria pornográfica da região, na virada dos anos 1970 para os 1980. Aqui, novamente, o cinema é o centro. Pode não estar em cena o tempo todo – mas é a força invisível que envolve as personagens e as situações.
 
Licorice Pizza, cujo título se refere tanto a uma gíria para LP quanto ao nome de uma loja de discos da região, não tem uma narrativa ao modo clássico. Sua trama se constrói como uma espécie de crônica, cujo fio condutor é Gary Valentine (Cooper Hoffman) tentando conquistar Alana Kane (Alana Haim) desde que a conhece, na primeira cena, ao som de Nina Simone. Há várias questões que impedem esse amor de se concretizar. A primeira é que Alana não quer ficar com Gary. Ela tem 25 anos, ele, 15 – é uma criança. Mas, estranhamente, ela gosta de estar perto dele, é com ele que se diverte. Quando está com ele, parece tornar-se novamente adolescente.
 
Gary é ator, um “showman, essa é minha vocação”, de pouco sucesso, mas que trabalha num programa muito visto. A carreira não anda muito bem, de qualquer forma, e ele inventa diversos empreendimentos – de loja de colchões de água a fliperama. O momento é o começo dos anos de 1970, e a crise do petróleo, de 1973, tem uma participação especial, gerando momentos hilários no filme. Garganta Profunda está no cinema (há um anúncio num jornal) e Love Story ainda é uma influência – o livro aparece visivelmente mais de uma vez na estante da Alana.
 
O primeiro amor, segundo PTA, também é relativamente casto. Ao contrário de Boogie Nights, no qual o Vale era tomado pelos gemidos dos sets dos filmes eróticos de Jack Horner, Licorice Pizza é invadido pelos suspiros de Gary e as fúrias de Alana. Também é um filme repleto de ruídos ofegantes, pois, como esse casal corre! Literalmente. Pelos mais diversos motivos, eles estão correndo, juntos ou separados. Há uma corrida tipicamente, digamos, paul-thomas-andersoniana, quando acontece um incidente, o rapaz é preso e Alana corre atrás do carro de polícia. É uma cena que atravessa cenários e tons e a unidade se dá toda pela música – algo bem típico do diretor.
 
Cooper é filho do ator Philip Seymour Hoffman, costumeiro colaborador de PTA, até sua morte em 2014. O rapaz estreia em grande estilo e honra o legado da parceria do pai com o diretor. No personagem, ele é doce e inocente, sagaz e confuso, mas não há dúvidas, o filme pertence a Alana Haim – que, com suas duas irmãs, forma a banda Haim (a melhor piada do filme depende de um conhecimento extra para entendê-la: quando sua personagem diz que não sabe cantar ou dançar). PTA dirigiu diversos clipes da banda, foi aluno da mãe delas e trouxe o trio e os pais para o filme, para interpretarem a família da personagem. É Alana quem traz energia para o filme e também alguma picardia. Como Valentine, ela não tem rumo na vida – o que pode ser mais complicado para ela, pois já tem 25 anos –, por isso, embarca em todos os empreendimentos dele.
 
Tudo isso é embalado numa trilha sonora que remete à época (incluindo Sonny & Cher, The Doors e David Bowie), além de uma canção composta por Johnny Greenwood, que, nos últimos anos se tornou um dos grande trilheiros da atualidade (nesse ano, concorreu ao Oscar por Ataque dos Cães). Mas a beleza da embalagem está na fotografia ensolarada, que capta tão bem o Vale, assinada por PTA e o estreante Michael Bauman. É um luz difusa e clara ao mesmo tempo, com um toque meio mágico, irreal e etéreo – tal como se passa a ver o mundo após a descoberta do amor.

Alysson Oliveira


Trailer


Deixe seu comentário:

Imagem de segurança