A Era de Cosme de Médicis

Ficha técnica

  • Nome: A Era de Cosme de Médicis
  • Nome Original: L'etá di Cosimo de Medici
  • Cor filmagem: Colorida
  • Origem: Itália
  • Ano de produção: 1972
  • Gênero: Histórico, Drama
  • Duração: 250 min
  • Classificação: Livre
  • Direção:
  • Elenco:

País


Crítica Cineweb

05/11/2003

Elenco: Marcello Di Falco, Virginio Gazzolo, Tom Felleghi, Mario Erpichini, Adriano Amidei Migliano, John Stacy, Sergio Nicolai, Goffredo Matassi, Dario Michaelis, Piero Gerlini, Ugo Cardea, Roberto Bisacco, Michael Bardinet, Iantri Somer, Rita Forzano, Fred Ward, Bepy Mannaiuolo, Bruno Cattaneo, Lincoln Tate, Mario Demo, Marino Masé, Goffredo Montani, Carlo Reali Os jovens Cosme e Lourenço herdam o poder do pai, que acaba de falecer. Cosme, encarregado de dirigir o banco da família, é forçado ao exílio por Rinaldo degli Abruzzi, que chefia uma facção adversária de nobres florentinos.

Em Veneza, onde é acolhido pelo doge, Cosme aguarda a restauração de um poder favorável aos Médicis para regressar. A política que adota, ao voltar para Florença, leva a cidade a viver sua idade de ouro, sob todos os aspectos: comercial, artístico e cultural. Leon Battista Alberti, também, volta do exílio e dedica-se a restaurar a fachada da basílica de Santa Maria Novella. Já velho, acompanha o jovem Lourenço a Roma, para encontrar o papa Nicolau V, cuja confiança ele conquistara no passado.

Diante das ruínas romanas, Alberti prevê que Lourenço será chamado "o magnífico" e transmite-lhe sua visão sobre o destino da cidade e da Humanidade.O filme divide-se em três partes: O exílio de Cosme (L'esilio di Cosimo) aproximadamente 82 min.; O poder de Cosme (Il potere di Cosimo) aproximadamente 82min.; Leon Battista Alberti: O Humanismo (Leon Battista Alberti: L'Umanesimo) aproximadamente 82min.


Deixe seu comentário:

Imagem de segurança