Notícias

Circuito Estação NET realiza sua primeira mostra digital até 31 de maio

Publicado em 05/05/21 às 15h46

 Até o dia 31 de maio, o Circuito Estação NET de Cinema apresenta o Festival Estação Virtual – 35 anos de Cinema Brasileiro – Panorama da Ficção Nacional / Panorama do Documentário Nacional, sua primeira mostra digital.
 
O Festival vai exibir cerca de 180 produções brasileiras: curtas e longas, ficções e documentários relevantes na história do Estação e do cinema brasileiro. Além dos filmes, o Festival vai promover debates com críticos, produtores e realizadores para revisitar a diversa, plural e expressiva produção brasileira dos últimos 35 anos. O Festival está dividido em Panorama da Ficção Nacional, Panorama do Documentário Nacional, Pré-Estreias e Curtas.
 
 Na seleção estão desde o emblemático Eu sei que vou te amar, de Arnaldo Jabor, filme que marcou a abertura do então Estação Botafogo, em 1985, passando por Lavoura Arcaica, de Luiz Fernando Carvalho, Dias Melhores Virão, de Cacá Diegues (longa que abriu a primeira mostra de cinema do Estação – Mostra Banco Nacional),  Memórias do Cárcere, de Nelson Pereira dos Santos, Jogo de Cena, de Eduardo Coutinho, Separações, de Domingos Oliveira, Pequeno Dicionário Amoroso, de Sandra Werneck, Os Matadores, de Beto Brant, e recentes produções como Divinas Divas, de Leandra Leal, Estou me Guardando pra quando o Carnaval Chegar, de Marcelo Gomes, Auto de Resistência, de Natasha Neri / Lula Carvalho, Bixa Travesty, de Claudia Priscila / Kiko Goifman, Hoje eu quero voltar sozinho, de Daniel Ribeiro, entre outros.
 
Na seção de curtas, raridades e premiados como A Dama do Estácio, de Eduardo Ades com Fernanda Montenegro, Ilha das Flores, de Jorge Furtado, Meu Compadre Zé Keti, de Nelson Pereira dos Santos, Documentário, de Rogério Sganzerla, Alfazema, de Sabrina Fidalgo, Lá e Cá, de Sandra Kogut, com Regina Casé, e Recife Frio, de Kleber Mendonça.
 
Longas e curtas, como Caruatá – Vejo o Lugar que me vê, de Walter Carvalho, Ruivaldo o Home que salvou a Terra, de Jorge Bodanzky, A Revolta dos Malês, de Belisário Franca e Jefferson De são algumas das produções que completam a seção de Pré-Estreias.
 
O Festival vai promover também rodas de conversa abordando os 35 anos de Estação e Cinema Nacional; A linguagem, estética e narrativa do cinema nos dias de hoje; A produção de documentários e Ficção no Brasil e a produção de curtas. Além das rodas de conversa, ‘pílulas’ com dicas de críticos serão divulgadas durante o evento.
 
Os filmes serão exibidos gratuitamente, através do canal do Circuito Estação NET  no Vimeo: vimeo.com/estacaovirtual
 
O FESTIVAL ESTAÇÃO VIRTUAL – 35 ANOS DE CINEMA BRASILEIRO Panorama da Ficção Nacional e Panorama do Documentário Nacional tem curadoria de Adriana Rattes, Cavi Borges, Bebeto Abrantes, Fabrício Duque, Luiz Eduardo Pereira de Souza, Liliam Hargreaves e Anna Fabry.
 
 
SERVIÇO
vimeo.com/estacaovirtual
Gratuito

Os filmes mudam a cada semana. A programação será divulgada no www.grupoestacao.com.br

Outras notícias